Projeto Unidades Móveis em Saúde pode reduzir caos nos postos e UPAs

No ano passado, o projeto foi apresentado no plenário da Câmara Municipal e foi aprovado pelos parlamentares

Por Redação 28/04/2018 - 15:35 hs
Foto: Reprodução
Projeto Unidades Móveis em Saúde pode reduzir caos nos postos e UPAs
Vereadora Dharleng Campos (PP)

O projeto de autoria da vereadora Dharleng Campos, do Progressistas, que prevê unidades móveis para desafogar a superlotação das unidades de saúde, pode ser resgatado pelo legislativo municipal.

No ano passado, o projeto foi apresentado no plenário da Câmara Municipal e foi aprovado pelos parlamentares, porém o prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, vetou o projeto. Na discussão do plenário da Casa de Leis, os vereadores mantiveram o veto do prefeito e o projeto caiu no esquecimento.

Meses depois, com o caos na saúde pública de Campo Grande, o secretário municipal de Saúde, Marcelo Vilela conversou deu entrevista para a Rede Globo local nesta quinta-feira (26), e afirmou que uma das saídas adotadas para amenizar a superlotação nos postos de saúde é a implantação de equipes volantes. "Existe uma estratégia para as UPAs que ficam muito lotadas, que são as equipes móveis e estamos avaliando a volta desse serviço, mas de uma maneira mais estruturada", disse o secretário.

De acordo com a vereadora Dharleng Campos, "o que o secretário disse hoje, em entrevista à TV Morena, foi essencial para que todos compreendam o quanto é importante o retorno das unidades móveis de saúde para desafogar os postos e amenizar a dor da população", disse a vereadora, bastante preocupada com o constrangimento que a população vem passando todos os dias. "Chegamos a uma situação que não dá para adiar mais a implantação de soluções que vão dar respeito e dignidade para a nossa gente. É vergonhoso, constrangedor, ver uma mãe e um pai de família não conseguir atendimento para o seu filho, ou para eles mesmos", ressalta Dharleng.

Segundo a equipe da vereadora, que trabalhou no projeto promovendo pesquisas, ajustes até chegar a um texto do projeto que prevê as unidades móveis de saúde, o que pode ser feito agora para colocar esse projeto em prática, é viabilizar o quanto antes uma reunião com o prefeito, secretário, equipes técnicas e a vereadora Dharleng Campos. "Juntos, em uma mesa de negociações e entendimentos técnicos, podemos formatar uma redação final ao projeto e votá-lo em regime de urgência na Câmara. O secretário é um excelente gestor, mas precisa abrir espaço nas suas decisões estratégicas para que possamos encontrar uma forma de atender a nossa população, porque vontade de todas as partes existe", alega a parlamentar.

Fim de semana e feriado na saúde pública

A vereadora Dharleng Campos já determinou a sua equipe a acompanhe nas visitas as unidades de saúde, bem como converse com a população sobre a possibilidade da implantação das unidades móveis de saúde. "Temos que discutir, ajustar e trazer esse projeto ao centro das discussões já na próxima semana e vou falar com o presidente da Câmara, João Rocha, para ver o que podemos fazer ainda antes do feriado", finaliza a vereadora Dharleng Campos, do Progressista.