Prefeitura de Nova Alvorada do Sul inova em parceria para atender a saúde

Prefeitura de Nova Alvorada do Sul inova em parceria para atender a saúde

De acordo com o prefeito Arlei Barbosa, a presença dos alunos de Medicina representará um incremento à saúde.

Por Assessoria 18/02/2018 - 20:44 hs
Foto: Reprodução
Prefeitura de Nova Alvorada do Sul inova em parceria para atender a saúde
Gestores assinaram o termo de parceria

O prefeito Arlei Barbosa esteve na Universidade para o Desenvolvimento do Estado e da Região do Pantanal (Uniderp) assinando o termo de cooperação mútua, que visa proporcionar estágios curriculares aos acadêmicos do curso de Medicina e intercâmbio nas áreas técnica, científica e de desenvolvimento de pesquisas, além de atividades educativas na rede de saúde.

Para o reitor da Uniderp, Taner Bitencourt, a parceria reforça mais uma vez o papel da instituição de colaborar com o desenvolvimento de Mato Grosso do Sul. “É uma iniciativa que melhora a formação do aluno, ao mesmo tempo em que contribui com a área de saúde do município, levando benefícios também para a população da região. Agradecemos a confiança na Uniderp e em nosso curso de Medicina”, destacou o reitor durante o encontro.

De acordo com o prefeito Arlei Barbosa, a presença dos alunos de Medicina representará um incremento à saúde. “É muito positiva a vinda dos acadêmicos para auxiliar em nosso hospital, porque já tivemos essa experiência no passado e foi muito proveitosa. A população será muito bem atendida”, frisou o prefeito. 

Além do estágio na rede de saúde, o convênio também beneficiará a população permitindo que o município encaminhe pacientes para o Centro de Especialidades Médicas (Cemed) da Uniderp. Cerca de 30 pessoas por mês poderão realizar consultas com os profissionais de 20 áreas médicas.

A parceria de interiorização do curso de Medicina está em sincronia com as prerrogativas dos Ministérios da Saúde e da Educação e Cultura, sobre a descentralização das escolas médicas, uma forma de contribuir com a presença desses profissionais em áreas com mais vulnerabilidade social. “A atuação dos estudantes em outras cidades é de grande importância, pois permite a compreensão das necessidades e das carências da comunidade regional, estratégia que auxilia na compreensão de nuances da prática profissional. São medidas diferenciadas do nosso curso de Medicina,” explica a coordenadora de Medicina da Uniderp, Lucylea Braga. Além de Nova Alvorada do Sul, os municípios de Aquidauana, Rio Verde e São Gabriel do Oeste também receberão acadêmicos de Medicina em 2018.