Vereadora mobilizará a sociedade e órgãos policiais para propor “tolerância zero” na violência contra as mulheres | Diario CG
  • quinta, 21 de fevereiro de 2019
  • |
  • 10:48
Vereadora Dharleng Campos Reprodução

Vereadora mobilizará a sociedade e órgãos policiais para propor “tolerância zero” na violência contra as mulheres

11/01/2019


“Estamos vivendo um momento de muita preocupação e desespero ao mesmo tempo. Como vamos proteger as mulheres desses criminosos?”. Com esse desabafo, a Vereadora Dharleng Campos, que é Procuradora da Mulher na Câmara Municipal de Campo Grande, iniciará uma imensa mobilização para evitar casos de agressões a mulher e com isso dar mais encorajamento a elas.


Os números são assustadores e na mídia local e nacional o que se vê todos os dias são cenas de brutalidade e crimes dos mais absurdos, que vão desde agressão verbal, raptos de filho e espancamentos, onde muitos casos terminam em morte. “Chega, chega, chega. Aonde vamos parar desse jeito? Parece que certas medidas não estão funcionando e as mulheres continuam sendo vítimas desses monstros disfarçados de homens e companheiros. As medidas protetivas que a justiça coloca, como aquela que proíbe o homem de chegar perto da mulher, já não está funcionando mais, pois mesmo proibido eles se aproximam e matam”, diz a Vereadora Dharleng Campos.


No início dos trabalhos do legislativo, que deve ocorrer no início de fevereiro, a vereadora afirma que vai mobilizar todos os envolvidos para promover ações que ajudam a combater esse tipo de crime. “Vamos montar uma força-tarefa com os demais vereadores de Campo Grande e os órgãos de proteção às mulheres, bem como o poder judiciário. Está na hora de reforçar as campanhas de denúncias, propor leis que mudem essa realidade e vamos divulgar todos os mecanismos de defesa das mulheres. Essas agressões estão dando fim à família. Crianças estão sendo afetadas diretamente e os lares estão trocando o amor pela violência”, argumenta a parlamentar.


A iniciativa que deverá ser do gabinete da Vereadora Dharleng, que é Procuradora da Mulher no legislativo da Capital, será campanha de conscientização, atuação mais eficaz dos órgãos da justiça e ampliação da estrutura de locais como a Casa da Mulher Brasileira, por meio do trabalho das secretariais municipais. “Vamos propor o envolvimento da Guarda Municipal para estas ações. Nosso objetivo é proteger as mulheres desses agressores. Os conselhos de classe na área da saúde também podem contribuir com o envolvimento dos profissionais que estão perto da população”, diz.


Apenas no ano passado, o número “Ligue 180" recebeu 1,2 mil denúncias de violência doméstica em todo o Mato Grosso do Sul. A quantia de ligações feitas no Estado representa apenas 1,72% dos 72.825 casos registrados em todo o país. “Na volta do recesso parlamentar vamos iniciar uma mudança nesse cenário e com o apoio de todos e a fé em Deus vamos punir esses criminosos que agem contra as mulheres. Será uma campanha tolerância zero”, diz a vereadora Dharleng Campos, se referindo a outras campanhas que realizaram e deram certos em vários setores da sociedade.




COMPARTILHE PARA SEUS AMIGOS:

Ministério da Saúde - Vacina

VÍDEO EM DESTAQUE

PUBLICIDADE

TEMPO

COTAÇÕES

IMAGENS DA SEMANA

MAIS LIDAS DA SEMANA

    Sem matéria cadastradas como mais lidas!