Arenas da propina: a corrupção em cinco estádios da Copa

Obras foram superfaturadas em pelo menos 1,5 bilhão de reais

Por Redação 07/11/2016 - 19:32 hs
Foto: Reprodução
Arenas da propina: a corrupção em cinco estádios da Copa
A Lava-Jato e a Copa do Mundo de 2014 fazem parte de um mesmo jogo

Obras foram superfaturadas em pelo menos 1,5 bilhão de reais, em métodos que em tudo lembram os crimes investigados na Lava Jato.

A Lava-Jato e a Copa do Mundo de 2014 fazem parte de um mesmo jogo. Reportagem de VEJA desta semana mostra que, até o momento, foram identificados sobrepreços nas arenas que somam 1,5 bilhão de reais, fraude que tem como protagonistas as mesmas empreiteiras, os mesmos políticos e os mesmos métodos de corrupção revelados pela operação da Polícia Federal.

No texto, as histórias de corrupção em cinco estádios nas cinco regiões do país: Mané Garrincha (Brasília), Itaquerão (São Paulo), Maracanã (Rio), Arena Amazônia (Manaus) e Arena das Dunas (Natal).