Novo sistema de registrar B.O. em MS custou só R$ 36,4 milhões

O governo estadual e a empresa responsável pelo software assinaram um contrato com validade de quatro anos e valor total de R$ 36,4 milhões.

Por Redação 06/10/2016 - 17:56 hs
Foto: Reprodução
Novo sistema de registrar B.O. em MS custou só R$ 36,4 milhões
Reinaldo Azambuja assinou a compra do sistema

Depois de período de inatividade do SIGO, sistema que registras ocorrências policiais de todo o Estado, o governo estadual e a empresa responsável pelo software assinaram um contrato com validade de quatro anos e valor total de R$ 36,4 milhões.

O extrato do acordo foi publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (6), e tem como partes a empresa que gerencia o SIGO, Compnet Tecnologia Ltda, a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), Sefaz (Secretaria de Estado de Fazenda) e Detran (Departamento Estadual de Trânsito).

Segundo a publicação, o objeto do contrato é a ‘contratação de empresa especializada em suporte, manutenção legal, preventiva, corretiva, evolutiva e treinamento e treinamento operacional do SIGO - Sistema Integrado de Gestão Operacional; SIGO CADG - Computer Aided Dispatch Georeferenced; CCC - Sistema de Central de Comando e Controle; e contratação de Banco de UST´s – Unidades de Serviços Técnicos de acordo com o Termo de Referência que é parte integrante deste contrato’.

O contrato passou a valer no último dia 22 de setembro e vai até 21 de setembro de 2020, com um valor anual médio de R$ 9,1 milhões.